FAÇA SUA COTAÇÃO
e-mail

LIGUE AGORA:
41 3028.3810

Quando pensamos em colheita florestal normalmente nos vem à mente a palavra: desmatamento. Entretanto, estas palavras não estão interligadas como parecem.

Confira a seguir informações importantes, e o conceito de colheita florestal e sua importância para o Brasil e o mundo.

O que é colheita florestal?

Colheita florestal é a nomenclatura dada ao processo de preparação da madeira colhida, as etapas de manipulação até torná-la num produto final. 

Até a década de 1940, a colheita florestal no Brasil foi realizada de forma manual ou semimecanizada, pois ainda não existiam máquinas e equipamentos específicos e adequados para este fim. A partir dessa época, as atividades de colheita passaram a depender de máquinas agrícolas e industriais com técnicas e padrões preestabelecidos que  melhoraram o rendimento tanto da árvore como a produção, reduzindo drasticamente os custos e principalmente aumentando a segurança do trabalhador ao substituir o uso do machado e a motosserra (os principais instrumentos que mais geram acidentes e mortes no ramo florestal).

Atualmente, esse processo envolve o uso de diversos equipamentos que têm a potência ideal para movimentar troncos, galhos e outros elementos para cada necessidade segundo a altura dos troncos, espessuras e peso.

Qual a diferença entre floresta nativa e povoamento florestal?

Com certeza você já ouviu a palavra: Silvicultura. Esta ciência se ocupa das matas, especialmente tratando de assuntos relacionados à melhoria no modo como vivem as populações florestais, além de buscar aproveitar e usar madeiras de maneira ecológica.

A grande demanda das madeiras coletadas em campo seguem diferentes finalidades dependendo da espécie. O eucalipto é bastante versátil e pode ser usado para múltiplos fins: energia, celulose e papel, laminação, serraria, e outras utilidades pouco conhecidas da sociedade em geral, como medicamentos, cosméticos, tecidos, alimentos entre outros. 

A contribuição para o desenvolvimento do setor florestal e das comunidades rurais ocorre pelo cultivo exclusivo e adequado de florestas próprias para colheita. Principalmente de algumas espécies de eucaliptos e pinus permitindo a todos os tipos de agricultores a diversificação de renda na propriedade, seja por meio de plantios puros (bosques) ou em sistemas de integração, como os sistemas silvipastoris, por exemplo.

Simplificando, a grande importância da colheita florestal no Brasil é devido o cultivo da população florestal própria para colheita de modo padronizado e adequado para não consumir florestas nativas como as da Amazônia. Desse modo provém às indústrias os insumos necessários para o processo produtivo, como a celulose, carvão vegetal e a própria madeira em um processo sustentado pelo replantio, tornando inata a preservação da natureza e colheita de árvores nativas. 

Veja na imagem a seguir a diferença entre os dois tipos de florestas:

Foto a esquerda (floresta plantada); foto a direita (floresta nativa).

Segundo a Agência Brasil: As regiões Sul e Sudeste no Brasil concentram grande parte da produção florestal do país. Juntas, elas responderam por 69,6% do valor da produção nacional, impulsionadas, principalmente, pelo setor de florestas plantadas. Minas Gerais continua registrando o maior valor da produção para esse segmento, atingindo R$ 6 bilhões em 2020, o que significa 32,1% do valor da produção nacional da silvicultura, seguido pelo Paraná, com R$ 4,2 bilhões.

Dito isso, já pensou em colher esse volume de matéria-prima sem o auxílio de máquinas e implementos adequados? Nesse cenário, entendemos a importância da colheita florestal mecanizada, e a melhor parte dessa notícia é que nos da Lion Equipamentos somos concessionária dos cabeçotes SP Maskiner

Aqui, cada centavo dos investimentos valem a pena pela segurança da procedência e qualidade. Trazemos para o Brasil o melhor da tecnologia sueca em equipamentos para harvester e tornarmos o trabalho dos operadores florestais mais eficaz e produtivo.
Além de fornecermos peças para reposição em campo, somos licenciados para vendas de produtos importados como os sabres e componentes Oregon e recuperação de cabeçotes florestais Log Max.

O Brasil é referência mundial em cultivo de eucalipto, estando entre os principais produtores de celulose, papel e painéis de madeira. O setor brasileiro apresenta a maior produtividade em volume de madeira produzida por unidade de área ao ano, e a menor rotação do mundo, que equivale ao tempo decorrido entre o plantio e a colheita das árvores.

No Brasil, este tempo é de cerca de 6 a 7 anos, enquanto em países de clima temperado como o Canadá, este tempo pode chegar a mais de 30 anos para colheita.

A colheita florestal gera mais de 513 mil empregos diretos e cerca de 3,8 milhões indiretos no Brasil. Somos o segundo maior produtor mundial de celulose, atrás apenas dos EUA. 

A empresa líder de mercado celulose no mundo é brasileira, resultante da fusão das gigantes Fibria e Suzano que mantêm o ranking intocável de maiores empresas no ramo florestal no Brasil devido ao número de hectares de plantio para colheita e filiais pelo mundo. 

Gostou de saber disso? Compartilhe este conteúdo com um amigo que deseja apoiar a silvicultura no Brasil.